Caleidoscópio

No tocante ao nosso problema silencioso, qual pertence seria mais caro do que a serenidade?
Querer ir até onde se pode, querer tatear na escuridão até encontrar rachaduras, frestas que se dedilham até tudo o mais ser tudo o mais, não ser nada se não o que há além.
Quem caminha nas linhas do infinito, onde tudo é abismo?