Onde mora


Guardei para mim o amor que me deu
Coloquei numa caixinha
Dentro de uma foto nossa
Pendurei na lua
Quando a noite chegasse
De modo simples e gracioso
Você ainda me iluminasse
De modo novo e minguante
De modo cheio e andante
De modo sem modos 
E teria de ser astronauta
Para ver onde se esconde